Uma das principais questões foi abordada na Congresso Latino-Americano de Nutrição, desenvolvido último fim de semana na cidade de Rosario, foi Como os argentinos comer e onde o consumo de alimentos são encaminhadas.

Uma nova pesquisa apresentada na conferência, revelou que argentinos comer duas vezes em gordura saturada e açúcares que são necessários, e composição do conselho é a comida monótona e invariável, maior proporção de vegetais e menos produtos amiláceos, portanto, você deve aumentar o consumo de frutas, verduras e legumes .

A monotonia do trigo argentino é baseado em , carnes e açúcares , e carece de frutas e legumes . Sobre o consumo de gordura , açúcares e sódio , consumo dessas calorias deve situar-se entre um 15 e 17% da dieta total , mas o nosso consumo é 33% ou duas vezes . São 11 produtos que se concentram esses nutrientes : pão, açúcar, bebidas açucaradas, carne, Carnes, queso no descremado, bolinhos, alfajores, leite mat, manteiga e conservas. níveis de açúcar em chás e bebidas superaram o estimado pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

Esta mesma pesquisa, lança um outro fato importante que; Porque os nossos desacomodos alimentos, no país 30% crianças estão com sobrepeso e 54 % adultos também sofrem, enquanto na América Latina há uma 52 % de pessoas que estão desnutridas , isso não significa que eles estão desnutridas ,mas que a sua qualidade não é alimentar adequado .

Conclusão, observou-se que o grande desafio para o 2020, está a trabalhar no sentido de uma segurança alimentar mais saudável, incorporar nutrientes essenciais para o bom desenvolvimento de uma população, sob o paradigma de excelência nutricional e livre da fome .

Lic. Sandra Villarreal (mp 1138)

Área de Nutrição

La Posada del Qenti, Medical Spa & Resort

Pin It on Pinterest